Formas de uso dos hidrolatos e hidrossóis

Os hidrossóis são chamados de futuro da aromaterapia, não só pela potência terapêutica, mas pela diversidade de emprego, além de serem muito seguros.

Hidrolato

As vezes falta criatividade e repertório para tantos usos possíveis com os hidrolatos, então vamos lá, já que comentamos que a validade deles é curta, precisamos colocar em uso não é mesmo...


Uso cosmético: este sem dúvida é o mais difundido de todos, busque o hidrolato mais adequado ao seu tipo de pele. Eles têm muita afinidade com a pele e são ótimos para limpeza, hidratação e tonificação.

Limpeza diária: Ele é tão gentil que pode ser aplicado diretamente na pele, aliás algumas pessoas com pele sensível que conheço, aboliram o uso do sabonete e só utilizam o hidrossol para a limpeza rotineira.

Transformar base creme em loção: A maioria das bases neutras de aromaterapia são bem consistentes, então você pode transformar suas receitas caseiras dando uma densidade mais fluida e uma consistência de loção adicionando os hidrolatos. Além de render mais, você ainda está usando um produto que vai trazer outras propriedades devido o princípio ativo, aliás talvez você não tenha um óleo de rosas, mas um hidrolato cairia muito bem.

Diluição de argilas: Ao invés de diluir suas argilas com água, use e abuse das propriedades dos hidrolatos.

Produtos bi-fásicos: Esses são produtos compostos por uma fase aquosa e outra oleosa, ao invés de utilizar água combine um hidrolato com um óleo vegetal de sua preferência.

Pós-depilação: hidrossóis como manjericão cravo ou lavanda tem propriedades calmantes e podem ajudar em casos de irritação.

Feridas, assepsia e cicatrização: para limpar feridas ou áreas que foram esfoladas os hidrolatos são muito úteis, um hidrolato que ajuda a cicatrizar até feridas de diabéticos é o alecrim do campo.

Perfumes: pode ser uma ótima base para compor seus perfumes naturais.

Assepsia bucal: Os hidrolatos podem ser utilizados como spray bucal e até mesmo para bochechos e gargarejos, auxiliando em problemas com gengiva, dor de garganta, no mau hálito, a combater placa bacteriana ou até para compor um enxaguante bucal.

Sprays aromáticos: Eles podem ser utilizados no ambiente, na cama como água de lençol, nas roupas, huummm me lembrei do aroma do Palo Santo. Mas também podem ser utilizados no pós sol e até mesmo para aliviar o calor seja do verão ou dos fogachos da menopausa.

Gripes e resfriados: Os hidrolatos podem também ser utilizados em difusores ambientais, ajudando a fortalecer a imunidade e melhorar a respiração. Como são bem sutis dá até mesmo para utilizar em nebulizadores.

Uso oftálmico: se uma coisa é proibida literalmente com óleos essenciais é o uso nos olhos, porém se a sua vista está cansada você pode embebedar almofadas de algodão e colocar sobre as pálpebras. Aliás o hidrolato de centáurea tem indicação de uso até mesmo como colírio.

Uso no agricultura e hortas: alguns hidrolatos podem ser utilizados no combate de pragas e infestações, outros ainda poderiam ajudar a atrair polinizadores, como abelhas.

Os hidrolatos de uma forma geral possuem bem menos contraindicações, podendo ser uma ótima ferramenta terapêutica com aqueles clientes de exceção, aqueles que mais devemos tomar cuidado: idosos, crianças, bebês e grávidas. Até os animais geralmente se dão bem com os hidrolatos, seja no banho ou pós banho, para feridas e até mesmo como repelente.


Os hidrolatos também podem ser utilizados internamente e na culinária, mas aí dê sempre preferência por aqueles que não possuem conservantes. Na culinária eles podem compor bebidas, chás, águas aromatizadas, mas também podem compor pratos dando um toque especial no sabor e aroma.



Ufaaa... acho que é isso espero que as ideias tenham colaborado com seu repertório criativo. E fiquem atentos na nossa agenda de cursos, temos um especial sobre os Hidrolatos.



Hashtags:
#óleosessenciais #aromatologia #aromaterapia #hidrolatos #hidrossóis #águasflorais
23 visualizações

Siga

  • YouTube Rosa de Luz
  • Instagram Rosa de Luz
  • Facebook Rosa de Luz